Documentos

A emissão de documentos, tanto os documentos fiscais como os documentos de controlo ou gestão de processos internos, é uma tarefa de extrema importância crucial numa boa solução.

O inWork ERP possui uma movimentação altamente versátil e customizável, tanto pela configuração dos tipos de documento e quais os impactos em cada módulo do ERP, como através da inclusão de atributos e funções no próprio documento permitindo adaptar o funcionamento e o conteúdo recolhido.

A gestão de acessos dos utilizadores feita de forma intuitiva garante que os dados estão disponíveis quando necessário e para quem necessita dos utilizar.

A impressão configurável e com vários formulários simultâneos ou sequenciais para o mesmo documento permitem a configuração por utilizador, armazém ou finalidade pretendida.

Destaques

Foi acrescentada a possibilidade de indicar para cada documento quais os armazém em que este pode ser movimentado. Em conjunto com a possibilidade de indicar quais os documentos a que o utilizador tem acesso é possível gerir os acessos do utilizador aos diferentes armazéns.

Pode agora configurar-se dois ou mais modelos diferentes para a impressão do documento, por exemplo poder imprimir o talão de venda e o talão de oferta.

Permite agora serem configurados documentos que:

Tratem transferência de stock mesmo que o documento destino não movimente stock, útil para por exemplo configurar um documento que funcione como anulação de movimentos, sem registo da operação.

Não trate transferência mesmo que no documento origem assim seja indicado, necessário para permitir emitir por exemplo uma guia de transporte ou de remessa a partir de uma fatura, mantendo o movimento de stock na fatura.

Faça o tratamento de transferência mesmo que no documento original não esteja configurado, o que permite por exemplo criar um tipo de documento que efectue a anulação de movimentos, mantendo o registo original e a respetiva anulação.

Funcionalidade que permite converter por importação, de forma automática, uma série de documentos. Esta importação pode ser feita com agrupamento por cliente e por produto, tendo em conta os diferentes preços. Facilita por exemplo a passagem de guias de remessa para faturas, podendo estas ser emitidas uma por guia de remessa, agrupar todas as guias de remessa do mesmo cliente numa única fatura ou mesmo agrupar os produtos de todas as guias de remessa do cliente por produto e preço praticado. Em qualquer dos casos é mantido o histórico do documento, podendo sempre identificar-se quais os documentos que lhe deram origem ou a que documentos deu origem.

Top Site